“Me poupe”. Essa foi a resposta do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSDB) a uma postagem de internauta criticando sua gestão durante a pandemia. Na noite da sexta-feira (22), o gestor publicou em suas redes sociais um texto com uma imagem intitulada “Campina, a Paraíba e a pandemia”, que foi duramente criticada por um perfil do Instagram que chamou Bruno de “cara de pau”, por não se sentir responsabilizado pelo aumento de casos e mortos causadas pela Covid-19 na cidade.

Ao ver o compartilhamento com as críticas, Bruno não reagiu bem e respondeu no direct da internauta. Veja:

Em março deste ano, Bruno Cunha Lima foi contra decreto com medidas mais restritivas publicado pelo Governo do Estado, no qual o prefeito de Campina Grande havia afirmado que não seguiria na íntegra. Bruno precisou ser pressionado pelos três ramos do Ministério Público na Paraíba (Federal, Estadual e do Trabalho), para poder seguir as determinações do decreto estadual.

Em sua postagem nas redes sociais, o prefeito de Campina Grande divulgou números das ocupações dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais referências no atendimento a paciente com Covid-19 na cidade.

“Segundo o censo de hoje, o Hospital Pedro I ainda tem leitos de UTI disponíveis (50%), mas está com os leitos de enfermaria quase cheios (85,56%). No Hospital das Clínicas, que pertence ao Estado, é o inverso. Lá, estão com as UTI’s cheias (100%) e com algumas vagas de enfermaria disponíveis (76% de ocupação)”.

 

A post shared by Bruno Cunha Lima (@brunocunhalima)