A Série D do Campeonato Brasileiro só começa em maio, mas o Treze já vai ter um desfalque certo para o início do Brasileirão. É que o meia Birungueta foi suspenso em duas partidas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O motivo foi que o jogador xingou o quadro de arbitragem na derrota do Galo para o Salgueiro, pela quinta rodada da Copa do Nordeste deste ano, fato que o levou a ser expulso naquela ocasião. A decisão do Tribunal foi unânime e, por isso, o trezeano vai ter que cumprir a punição na próxima competição nacional, que é a quarta divisão.

A partida em Salgueiro, mais precisamente no Estádio Cornélio de Barros, foi vencida pelo time da casa pelo placar de 1 a 0. Após o apito final, Birungueta, que foi substituído ao longo do jogo, foi em direção a arbitragem e xingou o trio principal. O meia precisou ser contido pelos companheiros de equipe, mas já estava expulso pelo árbitro Maykon Matos Nunes, do quadro do Maranhão.

Acompanhe o dia a dia do GaloVeja os números do Galo na temporada

No julgamento realizado nessa terça-feira, os auditores do STJD votaram pela suspensão de Birungueta em dois jogos, que vão ser cumpridos na próxima competição nacional que o jogador vai disputar, que deve ser a Série D do Campeonato Brasileiro, que começa para o Treze no mês que vem. De acordo com Marcos Siqueira, setorista do Treze na Rádio CBN, o Galo não enviou defesa para o jogador no julgamento.

De volta à Série D do Campeonato Brasileiro, o Treze está no Grupo 3 da competição, junto com os paraibanos Campinense e Sousa, os potiguares ABC e América-RN, os cearenses Atlético-CE e Caucaia, além do pernambucano Central.

Os dois primeiros confrontos do Galo, nos quais Birungueta será desfalques, vão ser contra ABC, em Campina Grande, e o Atlético-CE, em Fortaleza. Antes disso, é claro, o Galo aposta todas as suas fichas no Campeonato Paraibano, competição em que é o atual campeão e segue lutando pelo título.

Leia mais notícias do esporte paraibano no ge.globo/pb