A vitória contra o Sousa foi a segunda do Botafogo-PB sob o comando de Gerson Gusmão. No Marizão, o Belo precisou lutar muito para sair de campo com os primeiros três pontos no Campeonato Paraibano. A postura da equipe rendeu elogios do treinador, que reconheceu que faltou técnica para conseguir o resultado positivo. O placar, segundo ele, foi construído através da luta dos botafoguenses contra o Dinossauro.

Acompanhe o dia a dia do BeloVeja os números do Belo na temporadaConfira a tabela do Campeonato Paraibano

Foram seis jogadores amarelados pelo lado do Botafogo-PB. Pelo Sousa, outros dois atletas. À frente do placar, o Belo precisou suportar a tentativa de pressão do Dinossauro que se lançou ao ataque durante o segundo tempo e até pênalti desperdiçou.

Gerson Gusmão, inclusive, voltou para o segundo tempo de jogo sacando um atacante, Welton, e colocando o meia Juninho. Ou seja, o comandante povoou o meio de campo alvinegro para buscar ter mais posse de bola. Foi em Juninho o pênalti sofrido, aos dois minutos de jogo. Marcos Aurélio perdeu a cobrança, mas balançou a rede no rebote. Foi o único gol da partida, suficiente para render mais uma vitória na conta do técnico.

— Importante iniciar vencendo. A gente sabia da dificuldade. É início de competição. A gente sabe que precisa ajustar algumas coisas. Vamos trabalhar para isso. Mas era fundamental uma vitória hoje para iniciar a competição. Os atletas estão de parabéns. Se não foi um grande jogo tecnicamente, foi um jogo de entrega, um jogo de briga. A gente sabia que precisava disso para vencer o Sousa aqui — disse.

O saldo negativo ficou por conta da lesão de Sávio. É nada mais nada menos que o terceiro atacante botafoguense lesionado na temporada. Antes dele, Bruno e Rafael Oliveira já tinham se machucado e comprometido as suas presenças nos jogos.

Fora eles, Thiago Santos ainda segue aprimorando o seu condicionamento físico. Eis, então, a primeira preocupação para o clássico contra o Treze, na próxima rodada.

— Preocupa. Lesão sempre é ruim. Vamos avaliar o Sávio. É um setor que precisamos ajustar. Vamos procurar estudar bem para saber quem vai ter condição de iniciar a partida — afirmou.

O Botafogo-PB só volta a campo agora na próxima quarta-feira, quando vai disputar o segundo Clássico Tradição desta temporada. O duelo contra o Galo da Borborema começa às 20h e será disputado no Almeidão, em João Pessoa.

Leia mais notícias do esporte paraibano em ge.globo/pb