A forma peculiar que a prefeitura vem adotando para impor o toque de recolher na cidade de Serra da Raiz, que começa às 20h, tem aterrorizado os moradores da cidade. Um carro de som, tido como sinistro, segundo a população, assusta as crianças e causa revolta, já que muitos entendem que não haveria a necessidade de alarde.

Por conta da reclamação, o  prefeito Luiz Gonzaga (Cidadania) voltou atrás e decretou que o carro de som pare de veicular mensagem do toque de recolher, considerada assustadora pela população.

A mensagem, acompanhada de uma forte sirene, mandava as pessoas saírem da rua e irem para suas residências.

Segundo Luiz, a cidade está seguindo o que diz o decreto estadual e há uma estrutura de assistência aos moradores que apresentam sintomas da Covid-19.

Ele frisou, durante entrevista à Rádio Correio FM, que um centro de conservação foi montado por precaução, com cinco leitos disponíveis, para que os casos mais graves sejam tratados e a UPA seja desafogada.

 

Redação